quarta-feira, 2 de Maio de 2007

O inicio

Aos 22 anos tornei-me prostituta. Dito assim, de um modo frio e directo, talvez possa chocar algumas pessoas. A mim nao.
Coloquei a cerca de um mes e meio atras um anuncio no jornal- discreto, diferente, pretendendo demonstrar que por detras daquele numero se encontra, nao desvalorizando ninguem, uma pessoa com algum nivel, educacao e formacao. Foi assim que da noite para o dia passei a ganhar a vida vendendo o meu corpo.
As razoes que me levaram a faze-lo, talvez um dia tenha vontade de as revelar, se e que existe realmente alguma que justifique. Neste momento, talvez por se tratar de algo ainda recente, nao me apetece faze-lo.
No primeiro dia que o anuncio saiu, ao contrario do que esperava, recebi muitos telefonemas. Os homens falavam comigo e eu nao sabia muito bem o que dizer. Tentava ser o mais natural possivel, apesar de nao conseguir esconder na voz a ansiedade e o nervosismo que sentia. Procurava apresentar-me e responder da forma mais profissional possivel as perguntas que me faziam. Em vao. Tudo em mim transpirava inexperiencia. Creio que foi exactamente isso que me valeu, para alem, modestia a parte, da minha simpatia e boa diccao.
No dia seguinte tive tres marcacoes (ja nao sei se do dia anterior ou feitas no proprio dia). Ganhei 600 euros- o bastante para nao pensar em desistir tao cedo.

17 comentários:

Pecador disse...

Ola, pena que tenhas deixado de escrever, gostei do que li, tem inicio, meio e fim, e nisso nota-se cultura, todos fazemos coisas na vida as quais nao ligamos muito e por vezes por motivos muitissimo estupidos, falo por conhecimento de causa, espero que um dia voltes a escrever, gostava de ca voltar..

Ruan Martins disse...

wow
600 euros!

whedja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Custódio Duma disse...

ola, devias escrever mais nao achas? ou entao acabe com o blog

Paulo disse...

Tenho grande admiração pelas prostitutas, sejam elas de luxo ou. Para mim é um enigma do ser humano, apesar de o dinheiro ser o grande motivador e, para muitas, justificativa da profissão. Mas acho que não é só o vil metal que está em jogo. A atração pelo erótico deve falar mais alto. Seja feliz!!
Paulo Dalla

prostitutas disse...

na vida e assim. nao presizamos da motivos para q as pessoas falem da gente. elas vao falar de qualquer geito.a humanidade e preconceituosa mas vender o corpo ja mas seria tao grave duq matar ou robar.a prostituta nao deixar de ter carater ou personalidade so porque por um motivo qualquer resovel se prostituir. pos personalidade e careter e aquilo q fazemos quando niguem esta olhando.a prostituta ama, respeita concidera, e tem centimentos sim.opecado maior deveria ser da amante. porque ela roba centimentos e respeito de duas almas que deus permitiu q se reunice.

Garamond disse...

SE POR ACASO LER ESTE COMENTÁRIO ATE FINAL DE AGOSTO DE 2008, ENTRE EM CONTACTO COMIGO.
ASSUNTO: ENTREVISTA recolha de depoimento

Obrigada

Gar

zerfinhas disse...

Não tenho nada contra a prostituição desde que feita de uma forma consciente; cada um sabe de si e só vai quem quer. Muitas mulheres precisam de apoio que não teem e tantos problemas por resolver...
O único culpado é o estado que não dá condicções de vida a uma família embora haja quem ande na vida porque quer ou porq8e é dinheiro fácil

Isabela disse...

olá , tenho vontade de ser uma prostituta e trabalhar em Portugal ou Espanha ..

sa_sa_anginha@hotmamail.com disse...

tenho 17 anos sou garota de programa me identifiquei m pouco keri saber como wu faço pra trabalhar em algum prive eu trabalho por conta propria. marco pelo telefone (naum fico nas ruas)
tenho vontade de trabalhar em prive.
ja q no momento eu naum pretendo deixar essa vida .
precso de conselos!!!!
mande para o mei e-mail algumas dicas :

mia.coluty@hotmail.com
e-mail antigo mas utilizo

Além do olhar disse...

Pela sua escrita,deixa claro para os leitores a capacidade de conhecimento que tens. Não entendo o por quê de alguém inteligente como você estar vivendo de sexo? Desculpe-me sem preconceito, é porque acho que é muito difícil, ao contrário da frase pornta e antiga "vida fácil", acredito que seja bem difícil. Com certeza ser prostituta é um ato de muita coragem. Eu morreria de fome. Rsrs...
Deus a ilumine e abençoe. Sorte!

PECADORA disse...

olá, eu particularmente gosto muito das prostitutas e não vejo nada de mais nessa profissão , cada um tem sua vida e faz dela o que entender .

PECADORA disse...

esqueci de comentar aquii ; eu tenho 17 anos e tbm tenho vontade de ser prostituta , conheço uma mulher que foi pra Portugal , ela não aquis me levar porque eu sou de menor . :/

Gisinha Garota de Luxo disse...

Sou também, meu marido sabe e me apoia por ser uma fantasia dele. Mas tudo com discrição e sigilo. Marcamos com o cliente num lugar, combinando cor de roupa e tudo mais e quando chegamos, verificamos se é conhecido ou não. Se for, cancelamos o trabalho. Ligamos e informamos o porquê. Mas eu adoro isso. Sempre gostei de ser chamada de puta na cama.

Daniel Santos disse...

Oi linda você pode me dar dicas para saber se uma pessoa está afim de mim?

carinhodehomem_1 disse...

A miuda ja se apaixonou por um cliente e hoje e so prostituta dele kkk claro temos de ter respeito por todos os seres humanos mesmo quando mais ainda para quem esvazia os testiculos a quem perdeu o jeito de seducao e tem que recorrer as ditas profissionais que mesmo sem diploma nem certeficado profissional nos 3 primeiros encontros e num so dia lhe rendeu 600 euros !!! Vale a pena matar a cabeca na universidade? Com este a vontade acho que todas as mulheres vao acabar prostitutas.rsrs beijos e abracos este e o nosso mundo, divirtam se

carinhodehomem_1 disse...

Muitas como tu estao condenadas a serem objectos para uso descartavel , tenta frequentar um ano fe escola para aprenderes a escrever o minimo um portugues que se entenda.a menos que estejas calada do inicio ate ao fim do ato....imagino que possas tirar todo o estimulo de desejo sexual.